Volkswagen entrega força e potência com a Amarok V6

Picape faz de 0 a 100 km/h em apenas 7,4 segundos

Texto: Sérgio Dias
Fotos: Divulgação

O consumidor que utiliza as picapes médias para o trabalho do dia a dia busca um produto que entregue força para superar os desafios que normalmente são encontrados para operações fora de estrada, por exemplo. A Volkswagen foi além e oferece muita potência com as versões Highline e Extreme da Amarok V6.

O Itaponews teve a oportunidade de conhecer e avaliar a Amarok V6 Highline, que assim como a Amarok V6 Extreme, são equipadas com o motor V6 TDI com 258 cavalos-vapor de potência, torque de 59,1 kgf.m, capaz de fazer de 0 a 100 km/h em apenas 7,4 segundos e velocidade máxima de 190 km/h – limitada eletronicamente.

Atrelado a este motor temos a transmissão automática de oito velocidades, que passou por uma recalibração, para adequação aos novos padrões de potência e torque. Esta transmissão permite ainda trocas manuais pela alavanca ou pelas aletas Shift Paddles atrás do volante.

A tração integral 4MOTION garante capacidade e segurança máxima, especialmente em situações fora de estrada, como em pisos de terra, cascalho ou muito acidentados.

Como destaque da Amarok V6 Highline temos os faróis bixênon com luz de condução diurna (DRL) em LED e regulagem de altura, rodas de liga leve aro 18″, sensores dianteiros e traseiros com câmera de ré e bancos dianteiros do motorista e passageiro com ajustes elétricos.

Já a Amarok V6 Extreme fica mais completa com rodas de liga leve aro 20″, santantônio esportivo na cor da pick-up com logotipo “EXTREME”, estribos laterais planos de alumínio, revestimentos dos bancos parcialmente em Nappa e ar-condicionado digital Climatronic de duas zonas.

Outros recursos eletrônicos de série nas duas versões da picape são o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC), HDC (Hill Descent Control ou Controle Automático de Descida), HSA (Hill Start Assist ou Assistente para Partida em Subida), BAS (Sistema de Assistência à Frenagem), ASR (Controle de Tração), EDS (Bloqueio Eletrônico do Diferencial), freios ABS off-road, RBS (sistema de frenagem na chuva), freios com discos ventilados nas rodas traseiras, airbags frontais e laterais para motorista e passageiro, e Post Collision Brake (sistema que para o veículo após uma batida frontal).

Em termos de conectividade, as configurações trazem de série a intuitiva central de infotainment Discover Media com App-Connect, CD-player/MP3, conexão Bluetooth, entradas USB, SD-card (2) e aux-in , sistema de navegação nativo e tecnologia de espelhamento de smartphone via Apple CarPlay e Android Autro.

Mais sobre a motorização

Para conseguir extrair potência extra, a Volkswagen realizou um trabalho sobre o motor 3.0 V6 TDI (turbodiesel), que já equipava a picape. Com uma nova calibração da ECU (central eletrônica), o propulsor passou dos 225 cavalos para 258 cavalos – um ganho significativo de 33 cavalos entregues entre 3.250 rpm e 4.000 rpm.

Juntamente com este ganho de potência, o torque foi elevado de 56,1 kgfm (550 Nm) para 59,1 kfgm (580 Nm), o que representa um incremento de 5%.

Outra importante novidade em termos de performance é a função ‘Overboost’, que permite, durante dez segundos, que o motorista tenha um incremento de 14 cavalos, elevando a potência total da Amarok para 272 cavalos.

Esta função está disponível quando a picape roda entre 50 km/h e 120 km/h. Este recurso é ideal para uma ultrapassagem em subida com a caçamba lotada, por exemplo. Depois de utilizada, a função ‘Overboost’ volta a estar disponível após apenas cinco segundos de intervalo.

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments