Botucatu: Prefeitura, ACEB e entidades do comércio firmam parceria para a retomada econômica

Após a vacinação em massa da população botucatuense, os empresários já vislumbram um cenário positivo de retomada. Diante disso, a Associação Comercial de Botucatu (ACEB), o Sindicato do Comércio Varejista de Botucatu (Sincomércio) e o Sindicato dos Comerciários de Botucatu (Sincomerciários), desenvolveram um projeto para a retomada econômica: “É a Hora de Botucatu”. O projeto, que visa abranger diversos setores, tem a parceria da Prefeitura.

Entre as propostas está a realização de campanhas de incentivo às compras. Em determinadas datas, diversos eventos artísticos e recreativos ocorrerão nos principais corredores comerciais. De acordo com Ricardo José Pauletti, Presidente da ACEB, as ações poderão ser fixadas no calendário anual.

“Estamos confiantes de que as ações impulsionarão as vendas e a consequente retomada dos negócios. O sucesso dessa iniciativa possibilitará criarmos um calendário anual de campanhas. Acreditamos que com o apoio dos empresários e entidades correlatas, Botucatu, assim como na vacinação, será mais uma vez exemplo para o país”, destacou Ricardo.

A Prefeitura de Botucatu, preocupada com os impactos da pandemia de Covid-19, se prontificou de imediato a apoiar o projeto. Segundo o Prefeito Mário Pardini, o projeto auxiliará na retomada.

“Sabemos que muitos negócios não resistiram à crise ocasionada pela pandemia. O projeto está alinhado à nossa forma de trabalho, pois contempla ações que promoverão a retomada dos negócios e a geração de emprego e renda em nosso Município”, afirmou Pardini.

A iniciativa tem como objetivo levar vantagens reais aos consumidores, de forma a estimular o consumo, bem como gerar empregos e riqueza. Nas oportunidades, os comerciantes poderão criar promoções, ofertas e descontos. Os detalhes da iniciativa serão apresentados em breve.

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments