Medicina/Unesp discutirá preservação de arquivos e outros acervos culturais na 1ª jornada sobre o tema

Foto: Flávio Fogueral - Jornal da FMB“Discutir o novo paradigma dos acervos culturais de papel e eletrônicos”, é com esse enfoque que será realizada, na Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB), a 1ª Jornada de Segurança de Acertos Culturais. O evento está programado para os dias 23 e 24 de março, sempre a partir das 8 horas. Serão apontadas ações de segurança para os acervos, com foco no crescimento dos materiais eletrônicos. Público-alvo serão funcionários da Unesp-Botucatu. As palestras serão realizadas na sala 9 da Casa do

 Servidor da FMB e terá como público-alvo os funcionários das Faculdades de Ciências Agronômicas, Medicina Veterinária e Zootecnia, Medicina, Instituto de Biociências e Administração Geral do Campus de Botucatu, diretamente envolvidos com a guarda ou manuseio de acervos públicos, físicos e ou digitais. A carga horária será de 16 horas e será fornecido certificado aos participantes.

A historiadora e especialista em organização de arquivos, professora Isaura Bretan é a coordenadora da jornada  e ficará responsável por algumas das palestras. Segundo ela, o objetivo da jornada é multiplicar os conhecimentos obtidos por ela no Curso de Segurança de Acervos Culturais – ARQSP – 2009, realizado em São Paulo. “Queremos contribuir para a conscientização dos profissionais quanto à gestão de segurança e de conservação preventiva voltada à segurança de bens culturais. As atividades visam incentivar estudos na área e oferecer subsídios para implantação de política de segurança do acervo a preservar”, afirma.

Professor Luis Fernando Sayão, que palestrou no Curso de Segurança de Acervos Culturais, também compartilhará seus conhecimentos com os expectadores da jornada botucatuense. O convidado é físico, doutor em ciência da informação, além de membro da Câmara Técnica do Conselho Nacional de Arquivos e chefe do Centro de Informações Nucleares da  Comissão Nacional de Energia Nuclear – CNEN- Rio de Janeiro. Suas pesquisas são focadas em arquivos eletrônicos.

Na FMB, ele falará sobre “Segurança de informação em meios eletrônicos” durante quatro horas. Já professora Isaura Bretan explicará detalhes sobre “Biosegurança (fatores adversos que ameaçam o material) e bioseguridade (segurança do trabalhador que manuseia as peças) de acervos” e ainda em relação à legislação, preservação, além de segurança física e ambiental de edifícios que abrigam arquivos.

“Poucas pessoas sabem que a organização e preservação do acervo eletrônico segue as mesmas regras legais do material em papel”, acrescenta professora Isaura. Ela antecipa que sua expectativa é que da jornada surjam demandas para a realização de cursos específicos sobre o tema.

O agente de vigilância da FMB/HC e bombeiro aposentado José Rudinei Pompiani falará sobre “Proteção contra incêndio”.

A realização da jornada é da FMB, HC e Administração Geral, com organização do Grupo Técnico de Desenvolvimento em Recursos Humanos (GTDRH). ( Da Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB/Unesp/Botucatu)

 

Compartilhar

Notícias relacionadas