Professores da EMEI Maria Araújo de Itaí aprendem sobre coleta seletiva.

Os Professores da EMEI Profª Maria Araújo Pinheiro participaram de uma palestra com o tema  “Coleta Seletiva no Município de Itaí”, Ministrada pela Geógrafa Eliana de Paula Bérgamo. Na ocasião foram apresentadas as atuais situações dos resíduos sólidos no Brasil, que constitui…

uma grave problemática ambiental, no que se refere à produção, coleta e disposição final dos resíduos, oriundos, principalmente, da área urbana.


Foi também apresentada a atual situação do aterro sanitário municipal que foi feito a correção da topografia do município, não há mais catadores nem animais, foi cumprido o termo de ajustamento de conduta com o ministério público (cobertura diária de resíduos sólidos, fechamento do portão de acesso ao local e vigia para impedir a entrada de catadores, adequação das declividades para escoamento das águas pluviais, etc.).
 

 
Também foi obtida as licenças prévia,  de instalação e  de operação; e o aterro está em nova área; foi instalada infraestrutura para começar a operar no local; está se cobrindo diariamente os resíduos, não há presença de animais e catadores; foi conseguido da Secretaria de Estado de Meio Ambiente um novo caminhão compactador  para recolher os resíduos sólidos  no perímetro urbano; foi elaborado o Plano de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos do Município que apresentou o diagnóstico das quantidade de resíduos produzidos, problemas existentes nos serviços de limpeza urbana e alternativas de melhoria da situação identificada, etc. 

 “A população tem que ser educada para melhores práticas ambientais, para mudar seus hábitos e costumes, integrando-se ao sistema de coleta seletiva e participando do mesmo e cooperando com seu funcionamento e sucesso. E para isso é necessário praticar os 3 erres (Reduzir, Reutilizar e Reciclar)”, comentou Eliana.

Reduzir: Evitar empacotamentos desnecessários, carregando sua própria bolsa de compras; não comprar embalagens descartáveis de refrigerantes e outras bebidas, preferir embalagens retornáveis; evitar produtos descartáveis; escolher produtos com embalagens recicláveis; comprar produtos duráveis e resistentes, e alimentos frescos, não embalados; planejar as compras para não haver desperdício; diminuir o uso de plásticos; sempre que possível, substituir o papel comum por papel reciclado.

Reutilizar: Separar sacolas, sacos de papel, vidros, caixas de ovos, caixas de papelão e papel de embrulho que possam ser reutilizados; usar para rascunho o verso de folhas de papel já usadas; utilizar coador de café não descartável; doar roupas, móveis, aparelhos domésticos, brinquedos, que possam ser reaproveitados; os aparelhos podem ser vendidos ao ferro velho ou desmontados, reaproveitando as peças; levar o lanche em recipientes reutilizáveis e não em invólucros plásticos.

Reciclar: Fazer compostagem doméstica com os restos de jardim e de cozinha; separar materiais recicláveis como, papel, vidro, metais e plásticos para entregá-los para a Coleta Seletiva.
 
Compartilhar

Notícias relacionadas