Riversul: depois de dois anos de luta e aborrecimentos, Guilherme Gomes consegue solucionar grave problema de esgoto no Córrego do Mesquita

A partir de agora Córrego do Mesquita não mais recebe esgoto – Através da Sabesp, a administração municipal de Riversul, depois de muita luta conseguiu resolver definitivamente o grave problema de esgoto – 14 litros por segundo – que era despejado no Córrego do Mesquita, no centro da cidade e seguia para o Ribeirão Vermelho do Sul, que contorna a cidade.

Ocorreu que para solucionar isso, inicialmente a Sabesp, num investimento de mais de R$ 450 mil construiu uma nova Estação Elevatória na Rua Santino Bíglia( Bairro Santo Antonio), no Córrego do Mesquita, para bombear o esgoto para a Estação Elevatória da Rua Joaquim Cândido Barbosa. Mas na hora de ligar a bomba, foi constatado que esta última (Joaquim Cândido Barbosa) não poderia receber porque estava deteriorada.

Então, foi feita uma reforma na Estação Elevatória da Joaquim Cândido Barbosa, que foi concluída agora tarde, e instalado o painel elétrico que ativa o bombeamento do esgoto do Córrego do Mesquita para a Estação Elevatória da Joaquim Candido Barbosa.

“Com isso, finalizamos uma luta de dois anos, que muito nos aborreceu, gerou transtorno aos nossos munícipes e embora o problema fosse da concessionária de saneamento (Sabesp), tivemos de enfrentar um processo na Justiça. Agora está tudo resolvido, as bombas ligadas agora há pouco, tudo funcionando e o esgoto – uma média de 14 litros por segundo – deixa de ir para o Córrego do Mesquita e consequentemente para o Ribeirão Vermelho do Sul, graças a Deus. Aproveitamos também para pedir desculpas à nossa população pelos transtornos de um problema que não era nosso, mas que estivemos o tempo todo lutando com a Sabesp para resolver isso logo. Agora durmo tranquilo!”, comemorou o prefeito Guilherme Gomes.

Nas fotos, prefeito Guilherme Gomes, Marcelo (encarregado Sabesp Riversul), João Augusto (gerente Sabesp Itararé e região), Emerson (funcionário Sabesp), e um empreiteiro Sabesp.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Se inscreva  
Notificação de