Mais 88 empregadores foram incluídos na “Lista Suja” de trabalho escravo

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) atualizou em seu site o Cadastro de Empregadores flagrados explorando mão-de-obra escrava no país. Conhecido como “Lista Suja” o documento atualizado inclui 88 novos empregadores. Trata-se da maior inclusão desde o início do Cadastro. A partir desta atualização, a Lista Suja passa a conter 220 nomes, entre pessoas físicas e jurídicas, não computados os casos de exclusão por força de decisão judicial.


Compartilhar

Notícias relacionadas