Pecuária de leite: Grupo de pequenos produtores de leite traz inseminação artificial

Gado leiteiro de Arnaoldo KrubinikSeis pequenos produtores de leite do município de Itaporanga, com apoio das empresas Carvalho Produtos Agrícolas, Hotel Ipiranga e Agro-Lactus, se cotizaram e trouxeram um curso de inseminação artificial da CRV Lagoa, uma das líderes mundiais do mercado de melhoramento genético.

O curso, ministrado pelo técnico agropecuário Vitor de Souza Jr, foi feito na propriedade de cada um dos participantes. Para isso, essa qualificação teve duração de uma semana e se encerrou nesta sexta-feira(25), na Chácara Espanhol, do produtor Arnoldo Krubinik, com uma confraternização entre os participantes.

Retirada da dose de sêmen do bujão Inseminação artificial. Vitor ensina o funcionário Benedito Pereira da Silva

Souza Jr explicou que a tecnologia passada aos produtores foi composta de teoria e prática, envolvendo técnicas de análise do animal(vaca), como estrutura, raça, observação do comportamento no período do pré-cio, no qual a vaca muge com mais frequência, apresenta vulva inchada e normalmente na maior parte desse tempo mantém o rabo erguido, até o período exato do cio, quando se deve introduzir a dose de sêmen. Cada bairro rural de Itaporanga conta com um bujão de sêmen, disponível para todos que procuram melhoramento do seu rebanho.

Prova final e avaliação dos participantes

O técnico explicou ainda que a inseminação artificial é mais segura e apresenta um alto índice de garantia de gestação, além ainda de ser mais barata em comparação com a compra e manutenção de um bom touro reprodutor, cujo o preço gira em torno de R$ 6.000,00. “No processo natural de cruzamento e monta, caso o touro esteja doente, ou tenha cruzado com uma vaca doente, ele vai transmitir a doença para uma vaca que esteja sadia, causando um prejuízo ao produtor”, destacou.

Os produtores itaporanguenses que receberam essa qualificação foram: Jean Francisco Apolinário, Geraldo Maciel dos Santos, João Aparecido de Oliveira, Francisco Carlos Nogueira, José Eduardo de Brito e Arnaldo Krubnik, para o qual o funcionário Benedito Pereira da Silva, recebeu a qualificação.

Participantes do curso

Instalada em Sertãozinho-SP, a empresa Lagoa, está há mais de 30 anos no mercado e é controlada desde 1998 pela Holland Genetics, do Grupo CRV, que pertence a 40 mil criadores holandeses e belgas. Uma das líderes do mercado mundial de genética bovina, esta cooperativa comercializa mais de 5,5 milhões de doses de sêmen por ano em todo mundo. A Lagoa comercializa 1,6 milhão de doses por ano.

A HG desenvolve seu programa de melhoramento genético que testa cerca de 500 touros Holandeses por ano. Seus touros representam o que há de melhor em genética disponível, possuindo provas confiáveis e que atendem perfeitamente as necessidades dos produtores. Comunicar erros

 

Compartilhar

Notícias relacionadas