Tiro de Guerra vai auxiliar Prefeitura no combate à dengue

Para reforçar o combate ao mosquito transmissor da dengue, a Prefeitura da Estância Turística de Avaré está executando uma operação de prevenção e orientação à população. Dados da Vigilância Sanitária mostram que a cidade tem hoje 24 casos confirmados, 19 autóctones (contraídos na cidade) e 5 importados de outras localidades.

A partir das notificações, a Visa está fazendo buscas ativas nos locais onde residem pessoas confirmadas com a dengue. É feita a varredura em cerca de 300 metros de raio da casa da pessoa confirmada.

Nesta sexta-feira, 13, os atiradores do Tiro de Guerra (TG 02-003) participaram de um treinamento de capacitação para auxiliar a Visa no trabalho de campo. 50 homens do Exército ajudarão no combate ao Aedes Aegypti em vários pontos da cidade. Em parceria com a Secretaria de Serviços, a Visa tem atuado para orientar a população quanto ao combate dos focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação da larva do mosquito transmissor da doença.

A Visa esclarece que é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água fora de uso, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.

Sintomas
Os sintomas da dengue geralmente se intensificam entre 5 a 6 dias após a picada. Os principais são: febre alta, forte dor de cabeça, dor atrás dos olhos, perda do paladar e apetite, manchas na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores, náuseas e vômitos, tonturas, extremo cansaço, moleza e dor no corpo e muitas dores nos ossos e articulações.

Compartilhar

Notícias relacionadas